Blog

O narrador demiúrgico

De acordo com a Filosofia platônica, o termo “demiurgo” designa o criador dos seres humanos. Na mitologia grega, os deuses eram considerados os criadores dos seres humanos, cujos destinos conheciam, interferiam e determinavam. Esse poder de onisciência sobre todos os fatos, ações e pensamentos das personagens caracteriza o narrador heterodiegético demiúrgico, o qual apresenta umaContinuar lendo “O narrador demiúrgico”

Aspectos sobre a interpretação

Recente pesquisa sobre o indicador de analfabetismo funcional no Brasil apontou que 29% da população não conseguem interpretar adequadamente o que leem. Ressalte-se que as dificuldades de quem lê também estão relacionadas às dificuldades de quem escreve. Três importantes aspectos sobre a interpretação ilustram essa questão: a ambiguidade, a pressuposição e o subentendido. A ambiguidadeContinuar lendo “Aspectos sobre a interpretação”

Off Instagram

Hoje, domingo, 11 da manhã. A missa terminou. Na calçada ao lado da igreja, o morador de rua dorme à sombra. Jesus é uma árvore. * Imagem captada pelo autor.

Fala e diversidade

Ferdinand de Saussure, considerado o pai da Linguística, estabeleceu a distinção entre langue (língua) e parole (fala). A língua é um sistema, um conjunto de formas que se combinam segundo regras e em diferentes níveis estruturais. A Fonética observa o nível fonológico e a produção dos sons articulados para a comunicação. Seu objeto de estudoContinuar lendo “Fala e diversidade”

Quando perdi a cabeça?

Conto finalista Prêmio Off Flip de Literatura 2021 Eis-me aqui, eu, que jejuava, não comia pão nem bebia vinho. Eis-me dentro de um prato de prata, embebida em um molho espesso preparado com ervas aromáticas e meu sangue derramado, rodeada por damascos, olivas e tâmaras. Separada de meu corpo. Meus olhos foram arrancados. Em seusContinuar lendo “Quando perdi a cabeça?”

A crítica social na poesia satírica de Bocage

O escritor português Manuel Maria L’Hedoux Barbosa du Bocage, expoente da poesia satírica no contexto histórico-cultural do final do século XVIII, era filho de advogado, parente da poetisa francesa Madame du Bocage e cresceu num ambiente familiar impregnado de cultura. Homem brilhante, viveu numa sociedade retrógrada que encarnava os valores impostos pela tradição católica eContinuar lendo “A crítica social na poesia satírica de Bocage”

Precursor da poesia satírica

O poeta barroco baiano Gregório de Matos Guerra é precursor e expoente da poesia satírica brasileira. Seus poemas contêm críticas corrosivas aos valores e estamentos sociais do Brasil colonial e recorrem às antíteses para retratar as contradições da Salvador do século XVII. O mercantilismo internacional promovia a criação de mercados consumidores de artigos supérfluos eContinuar lendo “Precursor da poesia satírica”

O classicismo latino na poesia árcade (2)

No texto anterior, observou-se a influência do Classicismo greco-latino e do tópico-chave conceitual carpe diem na poesia árcade, mais especificamente na obra do escritor português Manuel Maria Barbosa du Bocage, considerado o grande poeta arcádico da Língua Portuguesa. No Brasil, despontou um núcleo de criação literária em Vila Rica, Minas Gerais, que reuniu alguns poetas, entre osContinuar lendo “O classicismo latino na poesia árcade (2)”

O classicismo latino na poesia árcade (1)

Anteriormente, tratou-se da influência do Classicismo greco-latino, mais especificamente do tópico-chave conceitual carpe diem, do poeta clássico latino Horácio, no Classicismo renascentista e na poesia barroca de Gregório de Matos. Observou-se que o Barroco do século XVII extrapolou um pouco os valores do Classicismo renascentista e se tornou um estilo caracterizado pelo dinamismo da formaContinuar lendo “O classicismo latino na poesia árcade (1)”

O classicismo latino na poesia barroca

No período da Renascença, movimento artístico e científico dos séculos XV e XVI, perseguiu-se a ideia da perfeição formal para a qual foram definidas, como modelos, as produções artísticas e literárias da Antiguidade Clássica. Daí a origem do termo Classicismo para designar a doutrina e o estilo artístico e literário baseados na tradição clássica greco-latina.Continuar lendo “O classicismo latino na poesia barroca”

Carregando…

Ocorreu um erro. Atualize a página e/ou tente novamente.


Siga meu blog

Receba novos conteúdos na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: