Equidade ou iniquidade

Somos uma sociedade iníqua. “Como assim?”. Talvez, essa seja sua reação à afirmação inicial. “Sou uma pessoa de bem, preservo valores familiares, morais, patrióticos e religiosos, cumpro meus deveres, trabalho, pago impostos, até ajudo pessoas necessitadas. Há muitas pessoas assim. É absurdo declarar que somos uma sociedade iníqua!”.

A sociedade brasileira é iníqua, pois se constituiu e se mantém fundamentada na desigualdade econômica e social sustentada por discursos que desconsideram a equidade. Pois bem, uma sociedade que desconsidera a equidade é uma sociedade iníqua. A palavra “equidade” tem origem na língua latina. Equidade significa igualdade de condições, imparcialidade, reconhecimento e promoção dos direitos de cada pessoa, justiça. Seu antônimo é “iniquidade”, vocábulo também de origem latina. Iniquidade significa desigualdade, excesso de vantagem, desvantagem, dificuldade, injustiça.

Nossa sociedade é iníqua, pois está alicerçada em desigualdades estruturadas, historicamente, por meio de gradações entre vantagens / desvantagens, facilidades / dificuldades e privilégios / injustiças, cristalizadas em estratificações de classe / condição socioeconômica e atravessadas por outras distinções arbitrárias de valor relacionadas a aspectos como sexo / gênero, raça / etnicidade, origem / espaço geográfico, religião, capacidades / deficiências, faixa etária, variedades linguísticas. Nessa estrutura social, a diversidade e a pluralidade nunca foram consideradas em condições de equidade. Ao contrário, são classificadas e discriminadas autoritariamente e se tornam objetos-alvo de variados tipos de preconceito e formas de opressão. A sociedade atual é um modelo de iniquidade disfarçada de “meritocracia”.

DAMASCENO, Elenilto Saldanha. Equidade ou iniquidade. Jornal VS, São Leopoldo, p. 12, 9 fev. 2021.

Foto por Sora Shimazaki em Pexels.com

Publicado por eleniltosaldanhadamasceno

Sou professor de Língua Portuguesa e de Literatura, jornalista e iniciei, em 2020, minhas atividades como escritor em formação e em ação. Sou mestre em Letras/Estudos de Literatura, especialista em Literatura Brasileira, graduado em Letras e em Jornalismo. Tenho 53 anos, nasci e sempre vivi em São Leopoldo/RS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: